1. MOP – Momentos de Opinião Partilhada

No dia 2 de Novembro de 2015 pelas 11.00 teve início a primeira reunião de um conjunto de reuniões mensais de carácter informal apelidada de MOP – Momentos de Opinião Partilhada. O objectivo desta iniciativa é a preparação prévia das reuniões mensais que incluem a participação dos técnicos do Centro e dos utentes internos e apoiados em refeição. A pré-reunião, encabeçada pela Dra. Rita Santos e pela Dra. Paula Correia, e com a participação voluntária dos utentes, é destinada a recolher informações e dúvidas pertinentes com a intenção de apresentá-las na reunião geral.

O MOP começou com uma dinâmica (a dança das cadeiras) para quebrar uma eventual tensão inicial entre os participantes.

Pessoalmente creio que este tipo de sessões informais é de grande utilidade servindo como ferramenta para o crescimento do Centro São Cirilo, envolvendo mais e mais os utentes nas questões diárias. Acredito que a curto e longo prazo as sessões serão bastante positivas (como foi esta primeira…) porque se dá liberdade aos utentes para opinar, para reforçar os laços comunitários e para os encorajar a construir um legado para as futuras pessoas que virão pedir ajuda a esta obra.

Keep up the good work!!!

 João Duarte

 2. Workshop de “Risoterapia”

12191735_832122690242509_7140602035199714948_nO sorriso é a distância mais curta entre duas pessoas, e é tantas vezes um abraço à distância que dá o conforto de te sentires bem acolhida/o no sorriso do outro. O sorriso possibilita-te magicamente parar o tempo dos problemas e transformar o tempo presente com o presente do sorriso.

É verdade, rir não resolve os problemas, mas ajuda a encontrar caminhos para a sua resolução.

Estar no Centro Comunitário S Cirilo foi, para mim e as alunas que me acompanharam, um momento de aprendizagem e convívio. Gostei de ver e sentir um ambiente acolhedor e educativo em que quem entra, sai sempre melhor se assim o entender e mais capacitado para olhar sorridentemente a vida.

Conheci pessoas fantásticas que, mesmo com os seus problemas, conseguiram sorrir e rir a gargalhadas despregadas. Esqueceram, por momentos, os seus problemas para se mimarem com o afeto de um sorriso estampado no seu rosto.

Mesmo que sintas que estás a trilhar um caminho sozinho, sorri para a vida e a vida acabará por sorrir para ti.

Bons sorrisos.

Fernando Batista

 3. Campanha do Pingo Doce

12189144_833603890094389_1472997809270819404_nNo fim-de-semana de 7 e 8 de Novembro os voluntários uniram forças para dar a conhecer os principais objetivos do Centro, as suas atividades e princípios de atuação numa das zonas mais movimentadas do Porto, mais concretamente no Pingo Doce da Boavista. Para além disso, a campanha teve também como objetivo envolver os clientes do PD numa das angariações mais características do Centro, através da doação de uma série de alimentos que se sabe serem absolutamente fundamentais no dia-a-dia de qualquer família.

Enquanto voluntária posso partilhar que me dá imenso prazer contactar com as pessoas, mostrar-lhes o que tanto de bom está a ser feito e a ser conquistado e que tantos desconhecem.

Para além do facto de termos conseguido um ótimo resultado a nível de recolha dos alimentos solicitados, quero acrescentar que, para mim, mesmo que parte das pessoas abordadas prefira não ouvir o que os voluntários têm para dizer, ou fuja com “medo” dos sacos de donativos, o mais gratificamente é saber que consegui chegar a algumas pessoas, que haja sempre quem vá ouvir e passar ao próximo.

Maria Bernardes André