Month: December 2017

Editorial

Advent-Christmas-Time-Nativity-Scene-Wallpaper-HDNesta época de Natal em que, por um lado, os dias são mais curtos, há também muitas pequenas luzes que brilham com força na escuridão da noite.

Na noite fria de Belém, encontramos a figura de um Jesus recém-nascido, de um Jesus que ainda não aprendeu a falar. Há, porém, muitas coisas que podemos já aprender com Ele. Em Jesus – mesmo em Jesus Menino – Deus fala-nos, e de um modo bem eloquente. Não é certamente por acaso que Jesus é apelidado de “Palavra (Verbo) de Deus”.

Nascendo pobre, colocado numa manjedoira, Jesus parece querer fazer que desloquemos o nosso olhar para realidades que nem sempre recebem o foco da nossa atenção. Mais uma vez recorro a Sophia de Mello Breyner: “E onde tudo parece abandonado / Um lugar pela estrela foi marcado” (A Estrela).

Quando Maria estava para ser mãe, numa terra que não era a sua, nenhuma porta se abriu. Quando Jesus estava para nascer, nenhuma casa O recebeu. Apesar disso, porém, talvez não seja agora tarde de mais para acolhermos Jesus. Querendo colocar-Se no lugar dos que passam necessidades – identificando-Se com eles –, Jesus diz-nos explicitamente que, cada vez que ajudamos um irmão nosso, é a Ele Mesmo que ajudamos: “Era peregrino e acolheste-Me; estava nu e vestiste-Me; tive fome, e deste-Me de comer” (Mt 25).

Ao ter vindo a este mundo no meio de tantas privações, Jesus está por isso a abrir também a porta para que, no futuro, muitos outros possam não ter de passar pelas necessidades que Ele passou. E a dar-nos a todos a possibilidade de O acolhermos a Ele em cada ser humano, “imagem e semelhança” sua.

Luís Ferreira do Amaral s.j.

Breves do Centro

  1. Workshop de Artes Plásticas: uma parceria com a Escola Superior de Educação

Novo Documento do Microsoft PublisherO Centro Comunitário, em parceria com o curso de Artes Visuais e Tecnologias Artísticas da Escola Superior de Educação do Porto, tem proporcionado aos utentes um conjunto de workshops mensais nas áreas das artes plásticas.

Nestes workshops os dinamizadores recorreram às metodologias do design, procurando criar um produto  sustentável quer ao nível económico, quer ao nível ambiental, bem como desenvolver a criatividade e a concentração. Os resultados têm sido surpreendentes para quem participa.

No primeiro workshop os utentes tiveram a oportunidade de “escrever nomes a quente” em sacos de plástico, no segundo aprenderam e/ou relembraram a técnica da encadernação e neste último workshop, a técnica centrou-se no desenho num acetato, trabalhando a perspectiva do contexto que tinham à sua frente.

Para o utente Júlio Miranda, este último workshop foi muito interessante porque “deu a conhecer uma nova visão do desenho em perspectiva em acetato”. Como foi a primeira vez que participou referiu a importância de ter contato com estes alunos, dinamizadores do workshop, pois é uma troca de experiências e claro é uma ocupação.

Júlio Miranda |Utente e Paula Correia |Animadora Sociocultural

 

  1. Lanche de Atividades

Um filósofo francês dizia «Quero apenas amar porque me é escassoLanche de Natal das atividades o tempo». Voluntariado é amor, no que este tem de mais nobre, o amor ao  próximo, nunca defraudado porque incondicional.

Passei milhares de vezes em frente do  Centro Comunitário São Cirilo e sempre me perguntava o que se passaria dentro daquelas portas. Em 2017 entrei e maravilhei-me. O que há de melhor acontece de forma espontânea, só possível quando a uma organização rigorosa se alia um profundo amor ao próximo.

A realização do momento cultural pelos meus alunos (Inglês I) no Lanche de Atividades, estreitou laços entre nós e proporcionou-nos grande satisfação por termos conseguido prestar uma pequena homenagem àqueles a quem tudo foi tirado, os refugiados.

Olindina Gomes | Voluntária

  1. Venda de Natal

04W_SC_Natal2017_Facebook_AFEste tipo de eventos são muito importantes. É uma forma de conhecer o Centro São Cirilo e é uma oportunidade para quem faz artesanato expor e vender os seus produtos. Foi o meu caso.

Já é o segundo ano que participo e é uma ajuda, além de ir conhecendo todos os intervenientes do Centro, sejam voluntários, técnicos, utentes, parceiros entre outros. O que mais me tem impressionado nesta Venda é a familiaridade e o ambiente informal. Quase todos se conhecem, o que torna a nossa presença (banca) mais facilitada.

Para o ano espero que haja mais…Venda de Natal.

Jorge Ferrão| Participante na Venda de Natal    

Reportagem Fotográfica do Mês

Almoço de Natal – 21/12

Celebração Eucarística

DSC_0007    DSC_0017

DSC_0018     DSC_0019

DSC_0020    DSC_0021

 

 

Almoço de Natal

 DSC_0004    DSC_0029

DSC_0030     DSC_0032

DSC_0036      DSC_0041

DSC_0045       DSC_0048

DSC_0053        DSC_0064

DSC_0066         DSC_0068

DSC_0070        DSC_0073 

DSC_0075         DSC_0076

DSC_0077         DSC_0078

DSC_0080         DSC_0085

DSC_0086         DSC_0088

DSC_0094           DSC_0099

DSC_0102        DSC_0105

 

 

Atenção às Margens

Links de Interesse

O dia em que Rana explicou à Europa a integração dos refugiados em Portugal

Direcção-Geral da Saúde faz manual para famílias carenciadas comerem melhor

No próximo mês acontece…

10.Jan – Formação Interculturalidade (Utentes)
24.Jan – Formação Prestações e Obrigações (Utentes)

© 2018 Centro Comunitário São Cirilo