Month: February 2018

Editoral

Árvores DespidasNuma altura do ano como esta, o Inverno já vai longo. Na Natureza, parte da vida parece estar mais eclipsada ou desaparecida. Ao contrário do que acontece em outras estações do ano, não encontramos agora a abundância de vida caraterística de outros momentos.

A alternância das estações é, porém, algo que faz parte da vida: da vida da Natureza e da nossa própria vida. Precisamos de esperar ainda um pouco mais até que um novo brotar de vida possa ter lugar, até que a vida possa renascer.

Não é então por acaso que, na Igreja, o tempo de Quaresma é vivido nesta altura. A caminhada da Quaresma pode ajudar-nos a desenvolver a capacidade para atravessar desertos – que, de um modo ou de outro, fazem também parte do percurso da vida.

Num tempo como o destes quarenta dias da caminhada quaresmal, podemos então nos dedicar a alguns exercícios que nos permitam que o nosso coração ganhe maior desprendimento de coisas que não valem tanto a pena, ganhe maior desapego do supérfluo.

E bem precisamos disso – nós e os outros. Sabemos que o planeta em que vivemos tem recursos em quantidade suficiente para todos. Mas por outro lado, a julgar pelo número de pessoas que passam ainda necessidades, o que o nosso planeta não parece dispor ainda em quantidade suficiente é de empatia e solidariedade. Continuamos a precisar ainda de mudança, de conversão, de transformação. Continuamos à espera da chegada da Primavera. Boa caminhada de Quaresma!

Luís Ferreira do Amaral s.j.

Breves do Centro

1. Atividade de Inscrição: Ioga

YogaO conhecimento do Centro Comunitário São Cirilo surgiu por acaso ao pesquisar como ajudar os refugiados. Há já algum tempo que pesquisava centros para retomar o voluntariado pois sentia que me estava a fazer falta envolver-me em algum projeto social.

A questão dos “deslocados” do seu país sempre me sensibilizou. O afastamento afetivo da nação pode criar sensações negativas de angústia, medo, solidão, entre outras. É preciso compreender, ouvir e ajudar quem sofre e procura algum conforto.

Optei por ser voluntária no Centro São Cirilo porque acredito que tenho sensibilidade para lidar com esta questão das migrações e, ao conhecer pessoalmente os serviços do Centro, acredito no trabalho da equipa para ajudar na reconstrução das vidas dos que por aqui passam.

Para ser voluntária só podia dar o melhor de mim. E o melhor de mim é o Ioga. Mais do que uma filosofia, o Ioga é um modo de vida. Um caminho de auto-aprendizagem, de respeito pela vida e por todos os seres e a união entre corpo e mente. O maior benefício que retiro do Ioga é a auto-superação em todos os aspetos da vida.

No Centro Comunitário São Cirilo, a aula de Ioga é uma das atividades de inscrição que acontece à quinta-feira entre as 10h30 e as 11h30. A prática é de Hatha Yoga, acessível a todas as idades e culturas. É aconselhável trazer roupa confortável.

Para mais informações contactar geral@saocirilo.pt ou 228348460.

Ana Pinto |Voluntária


2. Voluntariado em Cabazes

No verão de 2017 procurava alguma atividadDSC_0001e para ocupar o meu tempo. Nunca tinha feito voluntariado e era uma ótima ideia e altura. Inscrevi-me pela Bolsa do Voluntariado da Entrajuda, na internet, e uns dias depois, a Coordenadora do Voluntariado no Centro, a professora Maria do Carmo, mostrou-me o Centro e entrei de imediato. Não conhecia e gostei do conceito.

Fui para a área dos cabazes alimentares porque era uma área que estava bastante necessitada de voluntários no verão.

Nos cabazes, o que fazemos é repartir os alimentos que chegam dos supermercados parceiros para as famílias que vêm levantar cabaz nesse dia. À quinta, dia de realização do meu voluntariado, temos neste momento quatro famílias e vamos selecionando os produtos tendo em conta o número de pessoas por família e as suas restrições alimentares e/ou religiosas.

O nosso maior desafio tem a ver com os produtos que nos chegam, nem sempre temos a quantidade e a variedade necessária para o cabaz, uma vez que dependemos dos donativos do dia.

Rita Freitas | Voluntária

 

3. Atividade Livre de Artes Plásticas e Artesanato: Pirogravura

Artes Plásticas & ArtesanatoA atividade de Artes Plásticas e Artesanato acontece às terças-feiras entre as 14:30 e as 16:30. É uma atividade livre, pois não necessita de inscrição. Atualmente estamos a realizar a pirogravura. É desenho a quente em madeira, mas também poderia ser em couro ou cortiça.

Esta atividade tem sido importante pois permite desenvolver a criatividade e é uma forma de aproximação entre artes, conhecimento e cultura.

A realização desta atividade é muito positiva, na medida em que me ajuda a relaxar e esquecer os problemas e, claro, permite novas aprendizagens, pois eu não conhecia a pirogravura, assim como desenvolver ou aperfeiçoar habilidades.

Mas o que me tem marcado mais nesta atividade é a possibilidade de “revisitar” o meu país. Estou a desenhar um dos edifícios mais emblemáticos de Moçambique. O edifício do CFM (Caminhos de Ferro de Moçambique) da Beira, que nós chamamos o edifício 500, por causa da moeda moçambicana.

Estou ocupado, faço novas aprendizagens e ao mesmo tempo mato saudades do meu país.

Omar Mbendama |Utente

Reportagem Fotográfica do Mês

Festa de São Cirilo – 08/02

                                                       Mapa-Mundo do CCSC

DSC_0003    DSC_0011

DSC_0022    DSC_0032

DSC_0035    DSC_0038

DSC_0040    DSC_0041

DSC_0051    DSC_0053

DSC_0057    DSC_0062

DSC_0064    DSC_0074

DSC_0063

 

                           Lanche do Mundo com especialidades dos 5 continentes

DSC_0009

DSC_0059    DSC_0066

DSC_0069    DSC_0076

DSC_0077    DSC_0081

DSC_0100    DSC_0095

DSC_0091   DSC_0101

DSC_0103   DSC_0107

DSC_0111   DSC_0116

DSC_0121   DSC_0126

DSC_0129   DSC_0157

 

                                                                           Missa de São Cirilo

DSC_0133    DSC_0136

DSC_0138   DSC_0142

DSC_0146    DSC_0147

DSC_0149    DSC_0153

DSC_0154    DSC_0161

DSC_0163    DSC_0165

DSC_0166   DSC_0169

   DSC_0150    DSC_0171

Atenção às Margens

Links de Interesse

Há consenso de partidos sobre regularização de crianças estrangeiras à guarda do Estado

Há centenas de imigrantes explorados no Alentejo, denuncia associação

No próximo mês acontece…

01.Mar – Colocação laboral  das formandas do Projeto Bê-á-bá Doméstico (Formandas)

01.Mar – Atividade Livre “Sons, Saberes e Sabores” – Workshop de Culinária da Venezuela (Utentes)

07.Mar – Formação “Dicas para Manter o Emprego” (Utentes)

16-17.Mar – IV Assembleia Social Inaciana (Almada) (Órgãos Sociais, Equipa e Voluntários)

20.Mar – Assembleia Geral CCSC (Corpos Sociais)

21.Mar – Festa da Páscoa (Utentes, Voluntários, Equipa, Amigos e Parceiros)

© 2018 Centro Comunitário São Cirilo